terça-feira, 20 de agosto de 2013

"IRT Mogi das Cruzes...cemitério de GMs...MF Nakajo, Japa matador 100%...Patativa do Assaré; Wayne Dyer, Pierre de Marbeuf; Ivan e Roverso pianistas....Kasato-Maru....."Liga Brasileira de Xadrez"; "Newchess"....Lagoas à Vista: grande temporada de "caça à Capivara"....



"IRT CIDADE DE MOGI DAS CRUZES"


Campeão!
MF Mateus Nakajo




Ao,
Cláudio Tamarozi!





“Sertão, arguém te canto,
Eu sempre tenho cantado
E ainda cantando tô,
Pruquê, meu torrão amado,
Munto te prezo, te quero
E vejo qui os teus mistero
Ninguém sabe decifrá.
A tua beleza é tanta,
Qui o poeta canta, canta,
E ainda fica o qui cantá....”
(Patativa do Assaré)

Amados, felizes, soberbos e privilegiados amados...
Mal-amados, tristes, sôfregos, desesperados mas sempre esperançosos mal-amados....

Não desista, não desista! 

“...Há duas regras para se viver em harmonia.

1. Não faça tempestade em copo d´água;
2. Tudo na vida são copos d´água....”
(Wayne Dyer)

Amados, tem Capivara que não acredita, mas Caissa move certo por diagonais díspares...
Jocosa, a Deusa tem das suas, ah! tem...

Conta a lenda, o dito popular, que a dinâmica Mogi das Cruzes, pouco mais de 60Km a leste de São Paulo, teve outrora um gigantesco cemitério indígena, o que inspiraria o seu “Cruzes”...

Caissa amada, ironia à parte, hoje Mogi das Cruzes não mais sepulta o valente povo indígena...sepulta “GMs...”hehehe!

Mogi das Cruzes, o cemitério de GMs!





Nunca um GM foi campeão em Mogi, a terra do caqui!
Amados, Caissa amada, as analogias não param por ai...
Mogi das Cruzes tem orgulhosamente uma grande colônia japonesa, uma tradição que remota ao primeiro navio vindo da Terra do Sol Nascente, o Kasato-Maru, no longínquo 1908...




Pois eis que o grande campeão do “IRT de Mogi das Cruzes”, MF Mateus Nakajo, conhecido por seus pares como “o japa matador”, passeou seu estilo no torneio, fazendo 100% de aproveitamento – um Colosso!





Mogi das Cruzes, talvez por sua vocação universitária e dinamismo industrial, sempre teve uma boa tradição enxadrística, e as lembranças remontam ao insigne e saudoso Sr.Carlos Gouvêia, nos idos anos 60-70, um simpático comerciante que era apaixonado por xadrez e não mediu esforços para sediar e presidir o afamado "Clube de Xadrez Mogi das Cruzes", que sem apoio oficial, vivia trocando de sede....que Caissa o tenha em toda sua glória!

Hoje o “Clube de Xadrez de Mogi das Cruzes” tem outro grande incentivador e, como no tempo do Sr.Carlos, não é exagero afirmar que o Clube é o figuraça Claudio “tomate” Tamarozi, um “parmeirense” sofredor, comerciante e caissano por paixão – todas as honras ao ilustre organizador!





Em Mogi, “o cemitério de GMs”, os torneios são exemplares e a certeza de “Festa” com cafezinho da dona Roberta, e “boca-livre” de salgadinhos, fazem a festa da animada e divertida “Turba Capivaril”...




















Não morra, ilustre e felizardo Capivara, sem jogar os torneios de Mogi das Cruzes!
(a não ser que seja GM, hehehe....)

“IRT Mogi das Cruzes” reuniu quase uma centena de caissanos nas ótimas instalações do SESI local (uma localização que desse mais visibilidade ao torneio seria ideal, buscando o público em geral!) e o gelado fim de semana animou os participantes e as partidas literalmente “pegaram fogo” e as malfadadas tablas foram raríssimas – Mogi é sinônimo de luta!
Para ter sido perfeito, só faltou....o loco Cassião! 


Cadê o Cassião?

MF Mateus Nakajo, o Japa Matador 100%, merece um capítulo á parte...



O circunspecto e simpático Colosso de Santos, pupilo do grande professor Carlos Sega, além de enxadrista, divide seu singular talento com outra paixão, é também fera no piano!

Essa é outra grande tradição: grandes nomes do xadrez foram apaixonados pelo piano, como os monstros sagrados GM Mark Taimanov e o ex-campeão mundial Vassily Smislov, dentre outros.

Entre nós, dois insigines caissanos são GMs no piano, como o sumido MF Ivan Nogueira e o simpático Leandro Roverso – belíssimo!





Amados, a nova “Festa Mogiana” já tem data, local e hora certa!


A questão é saber: algum GM vencerá em Mogi ou será, tradicionalmente, sarrafado e enterrado...?
Fé em Caissa, peão pra frente....

Grande temporada de “caça à Capivara!”....


LAGOAS À VISTA....

ao bom Capivara, ótima Lagoa!



“Regional de Angra dos Reis-RJ”
24 e 25 agosto



(Xadrez no paraíso e que prazer rever e sarrafar a querida cariocada....hehehe!)


“Memorial Ricardo Name”
CXSP, 25 de agosto




”IRT  Cidade de Cordeirópolis-SP”
30/07 a 1º setembro




”IRT de São Bernardo do Campo-SP”
06 a 08 setembro





“Circuito solidário – Jundiaí-SP”
15 de setembro




“Aberto do Brasil de Joinville-SC”
19 a 22 setembro




Amados, politicagens e politiqueiras à parte, a boa nova é o lançamento da “Liga Brasileira de Xadrez”, nos próximos dias.
Iniciativas como esta é  fruto da insatisfação geral de como o xadrez é gerido e nada incentivado pelos órgãos que o deveriam promover, seja na esfera nacional e estadual, na maioria dos estados.
Toda iniciativa é bem-vinda e todos aqueles que gostam de xadrez devem participar ativamente dos rumos do esporte!
Voltaremos ao importante tema.

Sucesso a todos e que vença o xadrez!


E para quem gosta de novidades, eis que o amigo Márcio Canavarro, o Colosso da linda Barra da Tijuca carioca, trás seu interessante "Newchess".

Prestigie!





Saudações Caissanas especiais à turma da Doceria Pathé, um belo espaço do xadrez no coração da Cinelândia carioca!



E de saideira, efusivos cumprimentos ao Adriano Bortoloso, o Colosso de União da Vitória, que conquistou o título de campeão dos jogos do SESI nacional, lá na sala da AABB Lagoa, do saudoso professor Amorim!
Na véspera, a maravilhosa  Turba Capivaril da afamada praça Serzedelo, deu suas "boas vindas" ao Colosso, e certamente as devidas sarrafadas fizeram bem ao Campeão - parabéns grande Bortolo!


Visitante ilustre!

Adriano Bortoloso na praça Serzedelo!




O evento do SESI trouxe de volta à organização das lides Caissanas, os figuraças Baratinha e Santinha Cruz!



“O mar e o amor partilham do amargo
E o mar é a mágoa e o amor é o acre.
Naufraga-se no amor tanto como no mar,
Pois não há mar nem amor sem tempestade.

Quem teme as águas,
 que permaneça na praia.

Quem teme os males que se padece por amar,
Que não se deixe pelo amor inflamar
E ambos viverão a salvo de naufrágios...”
(Pierre de Marbeuf)



Se me perder, buscar-me nos torneios ou nos meus devaneios....


Joca, 
Sampa, 20.08.2013

("Cubitinhas" já passeia nos torneios!)




"La vida no quiere adeptos,
quiere amantes!"

(Federico G.Lorca)










Um comentário:

  1. Boa noite, o site Xadrez Brasileiro acaba de disponibilizar um novo widget. Através dele o seu blog poderá exibir as últimas atualizações dos melhores blogs de xadrez do Brasil.

    Veja mais em: www.xadrezbrasileiro.com/widget

    ResponderExcluir